quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Sobre o Darwin

  No último post eu comentei que havíamos levado o Darwin à veterinária. Muitas pessoas me perguntaram se estava tudo bem com ele. 
  Em primeiro lugar, obrigada por toda a preocupação e carinho que todos vocês têm pelo Darwin!
  Já faz algum tempo que a vet está investigando a causa do meu primogênito beber tanta água. Descartamos doença renal e diabetes. Então a veterinária começou a trabalhar com a hipótese de que o Darwin pudesse ter uma doença endócrina chamada diabetes insipidus. Precisávamos, então, fazer um exame de nome teste de restrição hídrica. Imagina vocês o sacrifício que é manter um gato que bebe muita água......sem água por 8 horas seguidas!!! O Darwin ficou desesperado naquela primeira noite (digo primeira pois houve uma segunda noite) e eu fiquei com o coração partido porque ele vinha me chamar pra pedir água. 
  Depois de todo o preparo pro exame, levamos o peludo pra fazer a punção da bexiga, mas saímos de lá frustrados porque a bexiga dele estava muito murcha e, por isso, o exame não foi realizado.
E lá fomos nós pra mais uma noite mal dormida. E dessa vez teve um plus: além de deixar o Darwin por longas 8 horas sem água, quando foi umas 04:00h tivemos que tirar a areia  pra não correr o risco dele esvaziar a bexiga toda. Mas dessa vez deu certo e conseguimos fazer o exame.
  A veterinária disse que mesmo após a restrição hídrica, o organismo do Darwin não conseguiu concentrar a urina e considerando várias outras coisas (que eu não vou conseguir reproduzir porque a conversa foi longa), parece que o diagnóstico do felino é mesmo de diabetes insipidus. Junto com a endócrino que estava         auxiliando no caso, a princípio não precisaremos dar nenhuma medicação para o Darwin. Mas a partir dos 7 anos, vai ser necessário fazer um hemograma a cada 6 meses para evitar uma doença renal que poderia ficar mascarada pelos sintomas da diabetes insipidus. Além disso, temos que deixar sempre bastante água à disposição dele e continuar gastando uma graninha com os 15 sacos de areia que o Darwin usa por mês. O importante é que o Darwin está bem!

Miau!!!

18 comentários:

  1. Puxa vida, imagino como foi difícil tirar a água do coitadinho por umanoite toda. Qdo tive que tirar a comida e água das meninas para castração, me partiu o coração tbm. Mas é preciso né Karina, pelo bem deles. Puxa, diabete? Bom, espero que isso não mude a rotininha dele e que ele fique bem por toda a vida dele. E um brinde com um potinho cheio de água pra vc, Darwin!!

    ResponderExcluir
  2. Retirar a comida e/ou água dos bichinhos devido a um exame ou cirurgia realmente é uma tortura, porque eles não entendem o motivo e ficamos nos sentindo verdadeiras megeras. Fico feliz em saber que o problema do teu fofinho não é grave e poderá continuar com sua vidinha normal (com muita água e xixi kkkk) Beijos mil

    ResponderExcluir
  3. Que bom que vcs descobriram o que é. Apesar da gente estar fazendo tudo pelo bem deles, dá uma sensação de que estamos judiando né?! Eles ficam tão estressados e tristinhos...mas não tem jeito, se tem que fazer (exames, consultas, remédios, etc), tem que fazer.

    ResponderExcluir
  4. Tadinho do Darwin
    Que bom que vocês conseguiram descobrir o que ele tem
    Desejamos sucesso e estamos aqui na torcida
    Beijinhos afetuosos para ti, Karina e
    Afagos nos peludinhos lindos
    Com Carinho de
    Verena e Bichinhos

    ResponderExcluir
  5. Tadinho, que exame sofrido para ele!! Pelo menos vocês já sabem o que é e ele poderá ser sempre monitorado. Mas aparentemente ele é bem saudável, e graças a vocês, ele e o Juca têm uma vida muito feliz e confortável!

    ResponderExcluir
  6. O mais importante é ter o diagnóstico correto e daqui pra frente cuidar muito bem do meninão lindo! Mas 15 pacotes de areia???? Agora que só a Pink usa a caixa ficou bem mais fácil, apesar de ela ser a maior bebedora de água da casa até que ela não faz tanto xixi como eu imaginava. Você já experimentou misturar a areia com farinha de mandioca? Dizem que é muito prático! Também tem aquela areia alemã (Nature's Best) que é bem cara mas dura 1 mês inteirinho sem precisar trocar! Eu já usei porque a Yara me deu mas é difícil de encontrar aqui, quando eu fui na casa dela tinha uns 4 pacotes dessa areia no banheiro do Toni, ela é super exagerada! (Ela também tem estoque de ração para 1 ano!!!)
    Muita saúde para o querido Darwin!
    Beijos
    Laís

    ResponderExcluir
  7. Também morro de dó quando temos que fazer uma restrição dessas. Aqui em casa tive que fazer apenas com o Shake, e ele que é guloso ficava me olhando zangado pela falta da comida. Bom pelo menos o Darwin agora tem um diagnóstico e cuidando desse menino lindo, ele vai poder ter uma vida quase normal daqui pra frente, fazendo seus exames periodicos no futuro e curtindo a namogata dele.
    beijos e ronrons
    Eve e Tixa

    ResponderExcluir
  8. Dá uma pena faze-los passar por jejum e tudo que é necessário antes de exames, pois eles não entendem e ficam nos olhando com aquelas carinhas.
    Que bom que descobriram o que ele tem. Com o diagnóstico correto e os cuidados e carinhos que ele recebe, vai ficar tudo melhor daqui pra frente.

    Bjs

    ResponderExcluir
  9. Ai que bom que está tudo bem com o Darwim, o fofinho....
    Ótimo final de semana pra voces amigos queridos.
    fiquem com o Papai do Céu.
    aus 1000 e beijos 1000 com carinho,

    KIPPY & LILLY

    ResponderExcluir
  10. O importante é que tem um diagnóstico e já sabem o que fazer daqui pra frente.
    Fiquei impressionada com os 15 sacos de areia. uau!
    Feliz em saber que esse gatão tão lindo está bem.
    bjs

    ResponderExcluir
  11. Que bom que se descobriu o que ele tem, pois agora pode-se cuidar com certeza. Aqui eu também tenho problemas com meu Tetsuo. Ele te estruvitas na bexiguinha. Precisou fazer uma cirurgia d contrário poderia virar uma doença renal crônica.
    Ele está bem, mas nunca como um gatinho que não tenha nenhum probleminha.
    Estou sempre ligada em qualquer atitude dele, cuido com muito amor.
    Espero que o Darwin tenha sucesso no tratamento, ele é muito lindo e fofo.
    Beijos e lambeijos
    Jussara

    ResponderExcluir
  12. Oh tadinho do Darwin!!..Que bom que vocês conseguiram descobrir o que ele tem, assim fica mais fácil para tratá-lo.

    bjs, Néia e Nikita

    ResponderExcluir
  13. ai q dó! bom pelo menos agora se tem um diagnostico né? Agora é cuidar desse gatão lindo! bjsssss

    ResponderExcluir
  14. Oi Karina.
    Ainda bem que diagnosticaram logo...Assim você saberá como cuidar desse gatão lindo.Otimo fim de semana!
    Nyan nyan
    Nina

    ResponderExcluir
  15. Fiko feliz por n ser nda grave!!
    Mas, tristinho pq terá q fik de olho p evitar qlqr problema!!
    Melhoraaaaas Darwin!! E se cuida rapaz!!!
    Lambitoquinhasss, tia Karina!!

    ResponderExcluir
  16. Amiguinhos,
    Obrigada pela visitinha
    Estávamos com muita saudade de vocês
    Nós não moramos com a nossa vóvis
    Moramos com o nosso "papai" que é filho da vóvis
    Então ela até poderia ter aquelas xícaras
    De vez em quando o "papai" nos leva até a casa dela
    Mas nós, como somos meninas comportadas, não fazemos arte...hihihi
    Tenham uma linda terça-feira
    Muitos ronrons docinhos de
    Juja e Jujuba
    Vóvis tá mandando um beijinho para a "mamãe" de vocês

    ResponderExcluir
  17. Karina, você está de parabéns pelo carinho e cuidado com seus bichinhos. Seu relato nos mostra a importância de observarmos o comportamento dos nossos amiguinhos e de levá-los ao veterinário ao sinal de qualquer alteração. Que bom que o Darwin está bem e que agora vocês jã sabem o que fazer no futuro.
    Um beijo!
    :)

    ResponderExcluir